sexta-feira, 3 de abril de 2009

CENTÉSIMAS-VIGÉSIMAS-PRIMEIRAS

A Júlia conhece-me bem, é uma boa captadora de espiritualidades. Se as palavras são ermas é porque não gostam de muito eco... mas nunca se pode esquecer que quem escreve, escreve sempre na esperança de que alguém leia. É assim como uma segunda natureza.

2 comentários:

JúliaML disse...

...é isso, uma parte encolhe-se, a outra agradece!

por instantes, temi que os "delituosos" lhe perturbassem o sossego :-)

Ana disse...

Nem mais!
Gostei muito de descobrir este ermo, mas eu sou suspeita porque adoro desertos...
Ana