quarta-feira, 1 de outubro de 2008

QUADRAGÉSIMAS

Sim, nem sempre saem as palavras. Também há silêncios ermos. O que vem provar que elas não têm só vida própria depois de ditas ou escritas, mas também antes, ao recusarem nascer.

1 comentário:

JúliaML disse...

o som existiria se não existisse o silêncio?